quinta-feira, 22 de junho de 2017

S04E19: O episódio dos filmes em supermercados e da desmistificação do marketing

Neste episódio podem optar por pagar com cartão ou em dinheiro. Vão querer com NIF? Têm cartão de cliente? Ótimo, não se esqueça dos cromos para as crianças. A caderneta? São 29 euros. Se precisarem de validar o talão para o estacionamento passem pelo Miguel e se sentirem um inesperado sabor a picha e alguma dificuldade em se manterem sentados, foi o Carlos.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Flash Review #51: Passengers (2016)

Mais uma flash review daquela pen drive que foi recuperada do filtro do cotão na máquina de secar. Há que louvar a resistência destes equipamentos num tempo em que é tudo plásticos manhosos. Cá está mais um filme cuja cotação terá sido unânime junto das Nalgas. A única nuance é que a escala do Pedro começa no 1 e a do Carlos e do Miguel começam nos 3,5. 

quinta-feira, 15 de junho de 2017

S04E18: O episódio dos filmes de gore e do Nicholas Cage em tudo

Carla Rodrigues, talentosa ilustradora que criou o avatar das Nalgas, faz-nos uma visita surpresa. Apanhados com as calças na mão, Nas Nalgas tentam responder à altura e mostrar a esta mulher quem é que manda. Falham miseravelmente. Num episódio sobre a temática dos filmes de gore, a Carla acaba com as cabeças dos 3 podcasters emolduradas por cima da lareira.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Extras do DVD - Anatomia de Grey

A confrade João Mealha aborda o tema central da sua filosofia de vida com as Nalgas: Anatomia de Grey

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Flash Review #50: Life (2017)

Pedro encontrou aquela pendrive que estava presa no filtro da máquina de lavar roupa e ainda tinha umas flash reviews perdidas. Hoje sai a primeira, Life.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

S04E17: O episódio dos palhaços maléficos e de Mr. Tina.

Faltam dois minutos para a meia noite. Um camião da carne adaptado para discoteca ambulante estacionado junto ao cemitério municipal parece ter sido abandonado. Uma ténue nuvem esvai-se perante a magnificência da lua cheia perfeita. O cartucho de 8 pistas de Tony de Matos toca em loop e ao longe ouvem-se gritos de menina. É o Carlos. “Sooouuu romântico”, ecoa Tony de Matos pelo silêncio da noite. Nas Nalgas fogem horrorizados. Ao seu lado Rui Alves de Sousa, ofegante, pergunta porquê. “Eu só vim falar de cinema!”, dizia cambaleando com os trapos ensanguentados daquilo que outrora seria uma bela roupa de domingo. “I Pitty The Foooooo…” ouve-se cada vez mais perto, juntamento com o som que parece ser um volumoso corpo a ser arrastado pelo pinhal. Batatinha sorri no meio de um arbusto, mas a intensidade da lua rapidamente revela que é apenas um torso mal tratado. Um anão malabarista chora a seu lado, tentando recompor as vísceras do seu defunto amigo. “Nem umas calças vestiu”, pensou Pedro enquanto passava por esta visão de horror, em passo rápido. Em vão. Um dor lancinante ao fundo da coluna e depois nada. O vazio. A escuridão absoluta onde nem a luz ao fundo se dignou aparecer. Uma viagem que seria para baixo, para o regaço quente de belzebu.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Flash Review #49: Triangle (2009)

A curta flash review de hoje demora 40 minutos, onde Nas Nalgas levam o seu sentido de sintese ao limite. Muito provavelmente até poderiam ver o filme no decorrer deste podcast, mas perderiam uma fabulosa oportunidade de ouvir 3 palermas a massajar o ego ao questionar a própria existência e a afagar o tecido da própria realidade. Cenas man... Cenas...